quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Albarda-se o burro à vontade do dono.

Pois, mas às vezes não se distingue quem é o burro e quem é o dono. Ou se é o dono que é o burro. Adiante, seja feita a tua vontade... é assim que queres? É assim que vais ter. Ou vai ser. Ou qualquer coisa. Nem sei bem.

1 comentário:

  1. Já não ouvia isso há algum tempo..
    E estando tão longe da terra sabe bem.

    ResponderEliminar